CONVERSE CELEBRA MULHERES QUE MOTIVAM O PROGRESSO, COM UMA CAMPANHA DEDICADA À COMUNIDADE CRIATIVA DE LONDRES

CO-PRODUZIDA COM A PRÓXIMA GERAÇÃO DE TALENTOS CRIATIVOS NO FEMININO, A CAMPANHA FOCA-SE NAS SUAS AMBIÇÕES E NAS REALIDADES QUE AS RODEIAM

No seu novo filme “Spark Progress”, a Converse celebra a comunidade criativa de Londres, uma geração de jovens com capacidade e vontade para promoverem o seu próprio futuro. Em tom de arraque da campanha SP19 da marca, o filme é uma declaração do compromisso da Converse para com os jovens londrinos em ajudá-los a alcançar os seus objetivos.

O filme, que documenta o processo criativo de cinco mulheres, retrata as suas ambições, desafios, tensões e sucessos nas suas respetivas jornadas, com Ama Lou, cantora, compositora e cineasta do norte de Londres; Paria Farzaneh, designer de moda masculina iraniana sediada em Londres; Lava La Rue, cantora, skater e artista do oeste de Londres; RAYE, cantora e compositora do sul de Londres; e Feng Chen Wang, designer de moda masculina de origem chinesa, sediada em Londres.

Conhecidas por definirem as suas próprias agendas para alcançarem o sucesso, em cada um dos seus campos criativos, as histórias destas mulheres – que representam o espírito da marca Converse e são atuais parceiras criativas da marca – têm como objetivo inspirar outros jovens talentos a continuarem e a darem um passo em frente, na direção do progresso.

Co-produzido com estes talentos femininos e filmado em Londres, de Ladbroke Grove aos estúdios Hackney, passando pelos telhados de Peckham e pela icónica location da Printworks, o filme combina imagens do quotidiano com espaços etéreos, representando o momento crucial antes da partilha das criações com o mundo. É precisamente esta abordagem, que permite um olhar pelos altos e baixos do percurso de um jovem criativo na cidade, e a sua capacidade de ser disruptivo.

A sua jornada é exemplificada pelo mantra do filme, “while others are busy deciding our future, we’re busy making our own.”

“A Converse sempre foi um reflexo das vozes de jovens e manteve uma ligação a movimentos culturais em cidades como Londres. Ao falarmos com a jovem Londres, ficou claro que a Converse não precisava de a inspirar – a cidade e o seu espírito inquieto está vivo e floresce. Mas estes jovens preocupam-se com as infraestruturas e apoios necessários para que as suas visões sejam materializadas – e é aí que podemos oferecer o nosso apoio. Spark Progress, é uma homenagem a todos estes jovens.”

É também uma declaração do compromisso da Converse com Londres, uma vez que temos como objetivo, ser consistentemente um selo de honra, para com aqueles que realmente criam, experimentam e fazem as coisas à sua imagem. ”- Adrian Fenech, VP de Marketing da Europa Ocidental

TELA DE CULTURA

Enquanto o filme documenta as histórias específicas das suas cinco co-criadoras, Spark Progress representa mais do que uma assinatura – é o início de uma jornada da marca à juventude em Londres e mais além.

O espírito desta campanha é o que liga a marca Converse à cultura durante décadas. Nenhuma sapatilha representa a procura pelo progresso da juventude como a Chuck Taylor -um veículo para os seus usuários contarem uma história, um reflexo da sua identidade pessoal, uma celebração da sua motivação e vontade de progredir.

Como forma de reconhecimento do trabalho que acontece um pouco por toda a comunidade, a Converse disponibiliza a sua tela a uma comunidade de jovens criativos em várias áreas – incluindo moda, música e skate – que estão apenas a começar as suas jornadas. No próximo ano, a Converse ajudará a viabilizar este progresso através do apoio a projetos criativos e poderosas narrativas.

Como suporte ao projeto Spark Progress, a Converse lançou uma página oficial em Londres – www.Converse.com/London, que será uma plataforma para histórias reais dos jovens que colaboram com a Converse por toda a cidade. A marca lançou também um Instagram específico em Londres @converse_london, dedicado à divulgação do trabalho destes jovens criativos e dos projetos que desenvolvem com a marca.

CRIATIVOS EM DESTAQUE NO FILME SPARK PROGRESS’ LONDRES:

Ama Lou – O ativismo encontra a música nos sons ricos da cantora e compositora londrina. Nativa do norte de Londres Ama Lou está numa missão para se afirmar na cena musical com seus sons distintos e estilo único. Através das suas letras expressivas, ela está a prepar-se para se tornar uma das artistas mais inspiradoras e fundamentais. Do distinto canto dos pássaros aos conceitos cinematográficos que acompanham as suas faixas, tudo é música com uma mensagem e o resultado final irrepreensível. O filme acompanha Ama enquanto esta cria as cenas finais de seu próximo documentário, reunindo a sua comunidade para um premier exclusivo.

“Eu sempre me senti no controlo do meu próprio destino, da minha própria vida, e assumo total responsabilidade pelas minhas ações relacionadas com o meu sucesso e minha carreira.”

Paria Farzaneh – Paria Farzaneh formou-se em Ravensbourne em 2016 e lançou a sua primeira coleção em 2017. Desde o início, a herança iraniana de Paria tem sido uma grande influência para a sua coleção. Ela consegue encontrar uma boa sinergia entre padrões e materiais tradicionais e transita-os sem esforço para peças diárias mais alinhadas com as tendências no Reino Unido, onde ela cresceu. Paria é fã de longa data da Converse e colaborou recentemente em vários desfiles masculinos da London Fashion Week e no One Star Hotel. Este ano promete ser o mais importante para a designer, com os seus recentes desfiles a consquistarem a atenção mundial e a sua recente nomeação para o prémio LVMH de 2019. Seguimos Paria enquanto ela tenta desafiar o status quo na indústria da moda.

“Não nos ensinam estas coisas na escola. Não nos ensinam a gerir um negócio. Então somos apenas o pequenino a lutar num mundo de grandes. Mas podemos definir o que queremos que aconteça.”

Lava La Rue – rapper de West London, designer e membro fundador do coletivo NINE8, Lava não é a típica jovem de 20 anos de idade. A sua estrela está em ascensão e rapidamente a ganhar reconhecimento por conta da sua marca de hip-hop experimental. A colaboração é fundamental para tudo o que ela e os NINE8 defendem – desde o desenvolvimento dos seus próprios filmes e roupas; Este é um espírito DIY para uma nova geração. Durante o filme Lava dirigie-se para uma atuação num terraço com os NINE8, seguindo os desafios, vitórias e frustrações de todo o processo criativo.

“Eu tive muitas situações que significaram que tive que trabalhar 5 vezes mais – mas certifico-me constantemente, de que isso não é algo que define ou dificulta o meu progresso, mas sim algo que é parte da minha identidade e que tenho que aceitar e seguir em frente.”

Feng Chen Wang – Feng é uma designer de moda masculina nascida na China, mas sediada em Londres, na vanguarda de uma nova geração de talentos de moda emergentes da China. A sua visão de masculinidade inovadora levou a designer londrina a uma nomeação para o Prémio LVMH em 2016, pouco depois da sua estreia na passerelle. Desde então, ela desenvolvou cinco coleções e formou uma colaboração com a Converse, trazendo a sua streetwear reinventada para a passerelle e energia infundida de girl-power para a marca. O filme analisa a sua jornada enquanto se prepara para o seu mais recente desfile na London Fashion Week, que a Converse apoiou.

“Trazemos as nossas próprias ideias, a nossa atitude e contamos as nossas próprias histórias.”

Raye – Amiga de longa data da marca, recentemente apresentada na campanha 2018 Converse Rated One Star, Raye é uma das estrelas mais brilhantes de Londres. Da sua experiência na BRIT School para os Top musicais de UK, Raye tornou-se uma estrela nos seus próprios termos. Acreditando que não há “nada mais forte do que mulheres que apoiam mulheres”, essa feroz positividade da mulher é o que a faz brilhar. Determinada e ambiciosa, seguimos a jornada de Rayne no filme, desde as suas dúvidas criativas e momentos de triunfo ao longo do caminho, culminando numa performance cercada pela sua comunidade.

“É frustrante quando todos nos tentam convencer a ter o mesmo som, a mesma aparência, tudo o mesmo. Eu adoro apoiar mulheres, apoiar raparigas e apoiar outras mulheres a aceitar quem são e a trabalhar duro nos seus objetivos.”

> DOWNLOAD imagens & videos